Posts Tagged ‘wcs brasil 2009 cosplay’

WCS Brasil 2009 – a final pra cair na real

19Vou deixar minhas observações sobre o WCS desse ano, mesmo acompanhando de longe.

Como todo concurso, tem o vencedor do grande prêmio e os outros que ficam com o prêmio de consolação. Mas diferente de todo concurso DE COSPLAY que conhecemos, a final do WCS no Brasil exige ooooutras coisas, valoriza mais ooooutras coisas…

Com juízes de fora do circuito, fica muito, mas MUITO mais difícil se fazer agradar… Com pessoas de currículos carregados (tá bom que têm uns gatos pingados muito WTF?!) e que estão lá para julgar performance e figurino, alguns sem ter conhecimento profundo de animes que não são da moda ou da rodinha cosplayers do momento, a dinâmica da apresentação é o que pesa mais; mais do que fidelidade ao personagem, mais do que “quem é você na noite”…

Com 4 edições, já deu pra sacar o que faz a cabeça dos juízes! O que comandou foi a integridade da apresentação, vista como um “sketch”, um teatro!

São esses os critérios para avaliação:

4.01-Performance: interpretação, qualidade e impacto da apresentação, desenvoltura no palco, sincronia de movimentos e harmonia entre a dupla.

4.02-Cosplay: acabamento da fantasia, se é manufaturada e customizada, similaridade aos trajes originais do personagem, riqueza de acessórios e detalhes.

4.03-Fidelidade: fidelidade do cosplayer ao personagem, na interpretação, roupas, físico e performance.

4.04 – As notas para os itens Performance e Cosplay terão intervalos de meio em meio ponto numa escala de zero a dez, sendo zero a nota mínima e dez a nota máxima. Já o terceiro item, Fidelidade terá ntervalos de meio em meio ponto numa escala de zero a cinco, sendo zero a nota mínima e cinco a nota máxima.

A forma de pontuação confirma que quem manda não é a fidelidade ao personagem, né? Parece bem contraditório, já que não é um concurso de fantasias livres, e sim de caracterizações…

Isso tira qualquer dúvida ou especulação e faz a gente compreender que: a apresentação É o fator mais importante do concurso e TEM que ser bem feita! Isso implica ter bons atores, figurinos bem feitos, adereços/cenários QUE TENHAM UM PAPEL DE VERDADE e sejam também bem feitos… E claro, ela deve ser envolvente e concisa… E de preferência, que se explique sozinha, mesmo em outra língua, além de ter começo, meio e fim. E nem estou considerando aqui um “audio” bem editado, porque oficialmente a trilha sonora da apresentação não entra na avaliação (apesar de sabermos que ela integra a performace)

Já deu pra sacar… Tiros invisíveis, lutas com coreografias “murchas” e sem impacto… Isso não cola, não no WCS… não com juízes criteriosos, imparciais e “qualificados”. Diálogos em japonês, que ninguém entende… Pra mim no Brasil eles só tiram pontos! Nesse caso as apresentações devem seguir uma linha “livro pré escolar” de compreensão, daquelas que a gente consegue entender só vendo as figurinhas…

Ganha quem merece, ganha que faz melhor, mais bem feito, mais atraente pra todos, e não só aos outros cosplayers, aos otakus e aos seus amigos… Ganha quem, mesmo que sem querer, preencha todos esses pré-requisitos…

Por isso Juno e Mãozinha levaram esse ano! Mesmo com os cosplays “de papelão” segundo o Hyoga de Toalha… Mesmo com o Chopper de espuma que eu acho meio feioso xD Os atores em palco e a criatividade dos caras deixou com eles o caneco, quer dizer, os bonequinhos!

Posso dizer mil coisas sobre a qualidade dos outros cosplays!!! Não vi nenhuma dupla com cosplay tosco, que não merecesse estar ali por isso, sabe? Foram SIM as apresentações que fizeram A diferença… o controle do palco e a tão sagrada PERFORMANCE.

E lembrem-se crianças! O jogo só acaba quando termina!

Advertisements